27.12.11

“Chegando na encruzilhada
eu tive de resolver:
Para a esquerda fui, contigo. 
Coração soube escolher!” 

(Guimarães Rosa, em "Sagarana").
Agradecimento (Wislawa Szymborska)

Devo muito
aos que não amo.

O alívio de aceitar
que sejam mais próximos de outrem.

A alegria de não ser eu
o lobo de suas ovelhas.

A paz que tenho com eles
e a liberdade com eles,
isso o amor não pode dar
nem consegue tirar.

Não espero por eles
andando da janela à porta.
Paciente
quase como um relógio de sol,
entendo o que o amor não entende,
perdoo,
o que o amor nunca perdoria.

Do encontro à carta
não se passa uma eternidade,
mas apenas alguns dias ou semanas.

As viagens com eles são sempre um sucesso,
os concertos assistidos,
as catedrais visitadas,
as paisagens claras.

E quando nos separam
sete colinas e rios
são solinas e rios
bem conhecidos dos mapas.

É mérito deles
eu viver em três dimensões,
num espaço sem lírica e sem retórica,
com um horizonte real porque móvel.

Eles próprios não veem
quanto carregam nas mãos vazias.

"Não lhes devo nada" -
diria o amor
sobre essa questão aberta.

25.12.11




Someone Like You (Adele)
I heard that you're settled down, that you found a girl and you're married now. I heard that your dreams came true, guess she gave you things, I didn't give to you. Old friend, why are you so shy? It ain't like you to hold back or hide from the light.
I hate to turn up out of the blue uninvited, but I couldn't stay away, I couldn't fight it. I hoped you'd see my face and that you'd be reminded that for me, it isn't over.
Never mind, I'll find someone like you, I wish nothing but the best for you, too. Don't forget me, I beg, I remember you said: “sometimes it lasts in love, but sometimes it hurts instead”.

You'd know how the time flies, only yesterday was the time of our lives. We were born and raised in a summery haze, bound by the surprise of our glory days.

I hate to turn up out of the blue uninvited, but I couldn't stay away, I couldn't fight it. I hoped you'd see my face and that you'd be reminded that for me, it isn't over yet.
Never mind, I'll find someone like you, I wish nothing but the best for you, too. Don't forget me, I beg, I remember you said: “sometimes it lasts in love, but sometimes it hurts instead”
Nothing compares, no worries or cares, regrets and mistakes, they're memories made. Who would have known how bitter-sweet this would taste?

24.12.11

"Quando você comete uma besteira e se sente um perfeito idiota está começando a deixar de sê-lo". 
Millôr Fernandes
Toada à toa

A vida, apenas se sonha
que é plena, bela ou o que for.
Por mais que nela se ponha
é o mesmo que nada por.

Pois é certo que o vivido
- na alegria ou desespero -
como o gás é consumido...
Recomeçamos de zero.

Ferreira Gullar

Atraso pontual

Ontens e hojes, amores e ódio,
adianta consultar o relogio?
Nada poderia ter sido feito,
a não ser o tempo em que foi lógico.
Ninguém nunca chegou atrasado.
Bençãos e desgraças
vêm sempre no horário.
Tudo o mais é plágio.
Acaso é este encontro
entre tempo e espaço
mais do que um sonho que eu conto
ou mais um poema que faço?

Paulo Leminski

23.12.11

"Teresa, se algum sujeito bancar o sentimental em cima de você
E te jurar uma paixão do tamanho de um bonde
Se ele chorar, se ele se ajoelhar, se ele se rasgar todo
Não acredita não Teresa. 
É lágrima de cinema, é tapeação, mentira
Cai fora". 


(Manuel Bandeira)

20.12.11

"... não vai ser em vão que fiz tantos planos de me enganar,
como fiz enganos de me encontrar,
como fiz estradas de me perder,
fiz de tudo e nada de te esquecer".

(Chico Buarque, Tom Jobim).

15.12.11

"Tropeço, desfalecimento, rachadura. Numa frase pronunciada, escrita, alguma coisa se estatela. Freud fica siderado por esses fenômenos, e é neles que vai procurar o inconsciente" 
(LACAN, "Seminário 11", 1964, p. 30).
“(...) há tanta complexidade e beleza no ser humano que não faz mal se fica algum mistério, não é? O importante é que o progresso do conhecimento não cause uma perda de humanidade. Fico desapontado quando dizem que a neurociência reduz tudo ao cérebro e a circuitos nervosos. Reduzir a natureza humana a neurotransmissores, dopamina e serotonina é muito triste”.

Entrevista de António Damásio, autor de "E o cérebro criou o homem", n'O Globo.
"Quem me pede pra contar toda a verdade já está exigindo uma mentira".


"Não há nada mais equivocado do que ter certeza absoluta".


Millôr Fernandes.

13.12.11


bettina federici

De que serve mentir a idade se a tua cara já está tão cheia de cronologia? (Millôr Fernandes)
Lembrete

Não deixes portas entreabertas
Escancare-as
Ou bata-as de vez.
Pelos vãos, brechas e fendas
Passam apenas semiventos
Meias verdades
E muita insensatez.

Flora Figueiredo

11.12.11

Me dê notícia de você, eu gosto um pouco de chorar
A gente quase não se vê, me deu vontade de lembrar.
Me leve um pouco com você, eu gosto de qualquer lugar

A gente pode se entender e não saber o que falar.
Seria um acontecimento, mas lógico que você some

No dia em que o seu pensamento me chamou.
Eu chamo o seu apartamento, 
não mora ninguém com esse nome
Que linda a cantiga do vento, já passou.
A gente quase não se vê, eu só queria me lembrar
Me dê noticia de você, me deu vontade de voltar.


("Cadê você", Chico Buarque e João Donato).

10.12.11

Com direito a mochila, bota, celular, coca zero, cabelinho repicado. 
Carinho de aluno.

Sometimes it lasts in love
But sometimes it hurts instead

1.12.11

Oi, Rio de Janeiro.


Querido, hoje o dia estava tão bonito. Você teria gostado de ver.
Saiba que brigaram bem ali, onde tinha o sinal da sua saída estratégica.
Os porteiros andam comentando, aquela banca ainda vai dar muito o que falar.
A vida é boa, queria que você tivesse visto o que vimos, sentido o que sentimos enquanto tudo transcorria normalmente.
Por sua causa.
Mas a vida não vai parar por sua causa.
Ah, meu bem, quisera você tivesse entendido que não precisa fazer sentido.


Karina Buhr