5.4.11

Não é uma dor, é mais um outro sentimento que eu não sei o nome. Sim, as coisas andaram, sim, o tempo ajeita tudo. Mas o meu 5 de abril ainda é diferente do das outras pessoas. E talvez seja pra sempre.

(Esse vazio tão cheio).

Nenhum comentário: