28.1.13

"[...] Tio Terêz o levara à beira da mata, ia tirar taquaras. [...] 
- Miguilim, este feixinho está muito pesado para você?. 
- Tio Terêz, está não. Se a gente puder ir devagarinho como precisa, e ninguém não gritar com a gente para ir depressa demais, então eu acho que nunca que é pesado".
Guimarães Rosa, "Manuelzão e Miguilim".

Um comentário:

Daniel Melo disse...

você ainda tem blog! Passei por aqui para dar uma conferida. abraço! melo