30.3.06

Alugar um filme pornô pode ser mico
por Raq Affonso
.

Você está com o seu pretê em casa no domingo à tarde. E está um tédio. Vocês já viram tudo que está passando na TV, inclusive entrevistas da Hortência nas Olimpíadas e churrasco do pessoal do No Limite no Faustão. Daí você tem uma grande idéia: pegar um filme pornô na locadora! Isso, vocês se vestem e vão todos animadinhos.
Só que quando chegam lá descobrem que a sessão de filmes de sacanagem é no andar superior, e você vai ter que subir uma escadinha constrangedora. Todos vão olhar, porque tem uma placa gigante escrito Erótico, apontando pra lá. A saída: mandar seu pretê sozinho. Enquanto isso, você fica disfarçadamente olhando as fitas da sessão Filmes Europeus.
Só que isso não adianta de nada, porque quando vocês vão pagar, a ficha é no seu nome. Então você tem que assinar um recibo escrito: Tesão Anal da Mulher Gato! Como pode existir um filme com um nome assim e você ainda estar alugando isso?! Será que fica registrado na sua ficha da locadora?
Bom, chegando em casa, surge a seguinte dúvida: é de bom tom comer pipoca durante a projeção da fita? Ou isso pode acabar com toda a atmosfera erótica? Melhor comer a pipoca antes. Ou depois.
Começa a fita. Aparece um cara vestindo uma calça saintropeito e de rabo de cavalo! Todo o tesão que poderia existir desaparece na hora. Uma loura siliconada aparece e começa a tirar a calça do rapaz e tchan, tchan, tchan: ele está com um bip pendurado na calça! Isso mesmo! Além de rabo de cavalo, calça saintropeito, o cara ainda tem um bip! Eca!
O problema dessas fitas pornôs é que não tem história nenhuma, o cara chega lá, começa a transar com a mulher (que nunca tem pêlos, que coisa impressionante), mostram vários closes e ele goza na boca da moça. Sempre. Eca de novo.
Muito chato. Desisti no meio e voltei pras Olimpíadas. A ginástica Olímpica estava bem melhor.

Um comentário:

Du disse...

Filmes pornôs me matam de rir. Isso sim.

Saudade, Dridri!