5.10.10

Eu admiro o que não presta, escravizo quem eu gosto
eu não me entendo, eu trago o lixo para dentro.

2 comentários:

Livia C. disse...

O seu blog me faz muito bem!
Obrigada.
Um abraço.

Ana B. disse...

Normalmente eu diria que essa sou eu. Mas essa agora é muito você.