27.2.11


Sobre o amor ser tão difícil. E tão possível.

Nenhum comentário: