11.2.11

Tribunal de causas realmente pequenas
Pato Fu

Você pensa que faz o que quer
Não faz
E que quer fazer o que faz
Não quer
Tá pensando que Deus vai ajudar
Não vai
E que há males que vêm para o bem
Não vêm
Você acha que ela há de voltar
Não há
E que ao menos alguém vai escapar
Ninguém

Paro pra pensar
Mas não penso mais
De um minuto
Sem pensar em alguém
Que não pára pra pensar em ninguém

Você acha que eu tenho demais
Roubei
Você acha que eu não sou capaz
Matei

3 comentários:

Anônimo disse...

Não pedi que ela ficasse
Ela sabe que na volta
Ainda vou estar aqui.

H. Machado disse...

Nossa, essa eu não conhecia. Lendo e re-lendo.

Anônimo disse...

Isso ai eh resultado do seu ipod nano novo? rs.
Te amo!
Bjs