16.8.11

‎"Enquanto o sujeito não está pensando nisso, os símbolos continuam acavalando-se, copulando, proliferando, fecundando-se, trepando, rasgando-se".


Lacan, 1954-1955.

Um comentário:

Anônimo disse...

Difícil encontrar alguém como vc!