9.7.12



Não me ame tanto, eu tenho algum problema com amor demais, eu jogo tudo no lixo - sempre. Não me ame tanto, não posso suportar um amor que é mais do que o que eu sinto por dentro, penso. Desapego corretamente ou incorretamente, um sentimento mesquinho que eu sinto por dentro - tenso. Por isso não me ame, não me ame tanto. Pego tudo, o meu e o seu amor, faço um bolo de amor e jogo fora, ou como e gozo... dentro. Por isso, não me ame, não me ame tanto. (Karina Buhr)

Nenhum comentário: