23.3.07

Escolher J. Cabral de Melo Neto é sempre tarefa difícil. Amo, amo, amo. Olha aí um dos meus preferidos:

A educação pela pedra
João Cabral de Melo Neto

Uma educação pela pedra: por lições;
para aprender da pedra, frequentá-la;
captar sua voz inenfática, impessoal
(pela de dicção ela começa as aulas).
A lição de moral, sua resistência fria
ao que flui e a fluir, a ser maleada;
a de poética, sua carnadura concreta;
a de economia, seu adensar-se compacta;
lições da pedra (de fora para dentro,
cartilha muda), para quem soletrá-la.

Outra educação pela pedra: no Sertão
(de dentro para fora, e pré-didática).
No Sertão a pedra não sabe lecionar,
e se lecionasse, não ensinaria nada;
lá não se aprende a pedra; lá a pedra,
uma pedra de nascença, entranha a alma.

2 comentários:

mario disse...

eu não gosto, mas tudo bem... ele também não gostava de música.

Gravatai Merengue disse...

Eu gosto daquele da bailadora andaluza, algo assim... esqueci o nome. Muito bom!