9.7.05

Olha, hoje não vem fazer confidência,
vê se hoje não vem se queixar
hoje estou morrendo de pena de mim,
hoje não quero escutar.


Maria Elisa (de sobrenome difícil, que eu esqueci)

2 comentários:

Fernando disse...

Eu não sou psicólogo, mas serve pra mim também.

Sempre que desligo o telefone, fica um buraco em algum lugar que eu não sei como tampar.

Casa comigo?

Anônimo disse...

Venho em seu auxílio: o nome da poetisa é Maria Elisa Ferraz Paciornik. Beijinho, Claire.