10.2.07

Jacques Prevért

A vida é uma cereja
A morte um caroço
O amor uma cerejeira

Nenhum comentário: