26.1.08

Mais Alcoólicas, da Hilda Hilst. Enviada pela Marina, que é sempre o máximo na tarefa informal de alimentar esse blog de coisas legais.
.
Se um dia te afastares de mim, Vida — o que não creio
Porque algumas intensidades têm a parecença da bebida —
Bebe por mim paixão e turbulência, caminha
Onde houver uvas e papoulas negras (inventa-as)
Recorda-me, Vida: passeia meu casaco, deita-te
Com aquele que sem mim há de sentir um prolongado
vazio.
Empresta-lhe meu coturno e meu casaco rosso:
compreenderá
O porquê de buscar conhecimento na embriaguês da via
manifesta.
Pervaga. Deita-te comigo. Apreende a experiência lésbica:
O êxtase de te deitares contigo. Beba.
Estilhaça a tua própria medida.
(Alcoólicas - IX)

2 comentários:

Marina Rodríguez disse...

:-)

Marina Rodríguez disse...

A intenção é mesmo comentar, apenas. Se vc publica fico sem graça de mandar, Adriane...