2.9.09

É pouco o que desejo,
e desse pouco me despeço.

Eugénio de Andrade

Nenhum comentário: