27.10.08

É muito – esperar uma Hora –
Se o Amor está logo ali perto –
E é pouco – a Eternidade –
Se ao fim o Amor é o prêmio certo.

Emily Dickinson

3 comentários:

mauro judice disse...

Belo e sábio.

Carol disse...

É prêmio certo, é?

Tomara.

JuMar disse...

E quando se espera sem a certeza do amor! Aí sim as Horas são Eternas!
Abraço!