30.6.09

(...) (porque o tempo sempre foi longo para me esqueceres e curto para te amar).

Cecília Meireles

2 comentários:

Anônimo disse...

Você falou desse ontem.
Beijo.

Anônimo disse...

Esqueci de assinar: Bruno!