17.6.09

Poema

Augusto Frederico Schmidt

Encontraremos o amor depois que um de nós abandonar

os brinquedos.

Encontraremos o amor depois que nos tivermos despedido

E caminharmos separados pelos caminhos.

Então ele passará por nós,

E terá a figura de um velho trôpego,

Ou mesmo de um cão abandonado,

O amor é uma iluminação, e está em nós, contido em nós,

E são sinais indiferentes e próximos que os acordam do

seu sono subitamente.

Nenhum comentário: